Iniciando os trabalhos do mês de agosto, o Auditório Clênio José, no Centro Administrativo da Prefeitura de Parnamirim, sediou um evento que reuniu algumas autoridades do estado e da cidade trampolim na área das políticas públicas para as mulheres. A secretária da Semas, Alda Leda, sua adjunta recém-empossada, Marta Lopes, a atual secretária de estado das Mulheres, Juventude e Igualdade Racial e ex-vereadora de Natal, Júlia Arruda, a Coordenadora do CREAS de Parnamirim, Andrea Farias, a promotora de Defesa das Mulheres, Érica Canuto, e a vice prefeita de Parnamirim, Kátia Carvalho, compuseram a mesa e abordaram o tema em questão para as presentes no local, em sua maioria servidoras municipais.

 

Arruda disse que interiorizar as ações do órgão estadual para os municípios potiguares é um dos principais desafios da pasta e usou o espaço para prestar contas de algumas das iniciativas da secretaria estadual. Em Parnamirim, a campanha Agosto Lilás tem como objetivo sensibilizar a sociedade sobre a violência doméstica e familiar contra a mulher e divulgar a Lei Maria da Penha. As ações preveem mobilizações, palestras, debates, encontros, panfletagens, eventos e seminários visando a discussão do tema durante todo o mês de agosto.

 

Os temas abordados na manhã envolveram os ciclos da violência, que cotemplam as etapas de tensão, explosão e lua de mel, sendo essa última o momento quando o agressor costuma mostrar arrependimento, culpa e remorso. Foi distribuído também material sobre quais as diversas formas de violência e como identificá-las, como a física, psicológica, sexual e de gênero.

 

Em Parnamirim, mulheres que se encontrem em situação de violência podem contar com toda uma rede de atendimento, composta pelo CREAS, Ministério Público, Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher e as ferramentas do Disque Denúncia e do SOS Mulher.

 

 

Fotografia: ASCOM – Ana Amaral