Postado: Elias Freitas

Fotografia: Reprodução/CNN

 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou hoje (29) que o número de novos casos de contágio pelo SARS-CoV-2 caiu pela primeira vez em dois meses na Europa, mas que a taxa de infecção continua elevada.

 

“Pela primeira vez em dois meses, os novos casos caíram de forma significativa na semana passada. No entanto, as taxas de contágio por toda a Europa continuam muito altas”, afirmou o diretor europeu da OMS, Hans Kluge, em entrevista coletiva virtual.

 

Quase metade de todos os casos de infecção registados na região europeia desde o início da pandemia foram diagnosticados nos quatro primeiros meses de 2021 e embora o número de pessoas hospitalizadas e mortes por covid-19 continue a baixar, o vírus ainda pode provocar “efeitos devastadores”.

 

Segundo a OMS, na Europa, 5,5% da população já foram infectados pelo vírus e 7% estão completamente vacinados. “Quando a taxa de vacinação de grupos de risco é mais elevada, reduzem-se os internamentos e as mortes”, disse Kluge.

 

Em relação à mais recente variante do SARS-CoV-2, descoberta na Índia, a OMS considera que não é preocupante, apesar de ser responsável pelo surto que atualmente se verifica naquele país do sul da Ásia.

 

Hans Kluge reiterou que a OMS está investigando a mutação e frisou que essas podem ocorrer em qualquer lugar, uma “tempestade perfeita” que decorre do relaxamento de medidas de proteção e de baixas taxas de vacinação.

 

Gostou das informações?! Então, não se esqueça! compartilhe as redes sociais @portalparnapop para mais pessoas ficarem sabendo.

 

Fonte: RTP – Lisboa; Agência Brasil