O Rio Grande do Norte (RN) vai manter a volta das aulas presenciais no dia 1 de fevereiro, próxima segunda-feira. Entretanto, esta escolha não agradou boa parte dos educadores do estado potiguar. Apesar desse fato, segundo a Secretaria do Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer (Seec) a última semana antes do início está sendo para sanitização dos protocolos necessários. Há uma reunião com os gestores de Natal, marcado para quinta-feira (28/01).

 

Todavia, de acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do RN (Sinte), existe uma grande possibilidade de se iniciar uma greve, caso as aulas sejam iniciadas de forma híbrida.

 

Graças a toda esta confusão e reviravoltas, a Seec divulgou que, apenas 30% dos estudantes voltarão de maneira presencial e, os critérios e organização dos alunos será de responsabilidade das próprias escolas. Logo, apenas as escolas que estejam com todos os protocolos de biossegurança adotados retornarão, dentro de etapas.

 

Muitos diretores ainda manifestam as suas insatisfações diante de uma problemática causada pela pandemia. O vice-diretor da Escola Municipal Augusto Severo, Dalton Medeiros, afirmou que: acredita que é improvável o retorno das aulas e, que a escola ainda não recebeu nenhuma parcela do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), recurso este, destinado para a compra de materiais essenciais para o protocolo sanitário de higienização, recomendado durante a pandemia da Covid-19.

 

“Nós não estamos nos furtando da nossa responsabilidade. Nós queremos reabrir as escolas, mas desde que tenha condições adequadas para voltar”, disse Dalton.

 

Após essa afirmação, sabemos, de fato, que não está fácil nem para o governo do país. A pandemia realmente atingiu e continua atingindo a todos.

 

 

 

 

Aqui é o seu lugar! notícias recentes e direto ao ponto, então nos siga nas redes sociais, @portalparnapop.

Gostou das informações?! Então, siga as redes sociais do @portalparnapop e compartilhe para mais pessoas ficarem sabendo.

 

 

Crédito Imagem Principal/Capa: UNI – RN

Elaborado e Postado por: Elias Freitas