Existe aquela frase que ficou famosa, ‘se você não encontrar aqui , só existe na sua cabeça ‘ . Isso pode ser aplicado ao Mercado e à feira do bairro de Santos Reis. Ali o reinado é de produtos de todos os tipos que você imaginar.

Você sabia que existe o local onde as pessoas vão trocar objetos, bicicletas, entre outros produtos. Fica ali pertinho das barracas onde há os barzinhos. Outros produtos da época dos nossos avós ainda estão por lá,  como candeeiros,  arupembas, pilões de madeira e raspador de coco até bainhas de couro para as facas, e claro, as tradicionais panelas de barro. E se a tira do chinelo arrebentou, você também encontra no mercado e na  feira de Santos Reis a solução.

A vendedora e empresária Elisa Joaquina, filha de Sr Emídio que tem um local com o mesmo nome, falou que o pai tem esse comércio desde a inauguração do mercado há quase trinta anos. E, hoje ela toma conta e  “trabalho aqui há nove anos e trabalhamos com artigos rústicos, mangais que resgata um pouco da nossa cultura. As lamparinas são um dos produtos mais procurados, mas também temos artigos de couro e as vassouras de palhas que também são bastante procuradas”, disse.

O mercado e a feira de Santos Reis também são um lugar democrático. Tem gente de vários municípios do nosso estado e também tem gente de outros estados trabalhando por aqui, mostrando que essa cultura nunca vai acabar.
Entre as pessoas que já estão alguns anos figuram  Dona Lucinete, Sr Vicente e Dona Margarida que tiram o sustento dali e levam para suas famílias.

Com um olhar de economia e para quem quer economizar e pechinchar vá lá. Tudo é fresquinho peixe , carnes, verduras, temperos , chás, frutas, e claro, uma boa conversa com os vendedores e vendedoras que são bastante simpáticos.

Se deseja comer, lá dentro do mercado tem um lugar que tem café da manhã com grude, tapioca e o famoso cuscuz com picado e um almoço delicioso.
Mercado e Feira de Santos Reis são nossos. São nordestinos. São raizes  e identidade da cidade de Parnamirim.

 

Postado Por: Jose Marciano Costa
Fotografia de: ASCOM – Marciano Costa