A cidade de Parnamirim atingiu o primeiro lugar nos indicadores de Tuberculose da região metropolitana. A chegada ao lugar mais alto do topo, aconteceu após a avaliação realizada pelo monitoramento dos sete indicadores do Programa Estadual Controle da Tuberculose (PECT). O resultado é referente ao ano de 2020, e reflete o quanto a Prefeitura Municipal tem investido em prol da saúde do parnamirinense, mesmo diante de ano difícil de pandemia.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a Vigilância Epidemiológica faz um trabalho intenso para combater a Tuberculose. Ações como Restruturação do PMCT (Programa Municipal de Controle da Tuberculose); busca ativa de sintomático respiratório pela equipe de Estratégia da Saúde da Família (ESF); realização de TRM (Teste Rápido Molecular), exame considerado padrão ouro para o diagnóstico da tuberculose; rodas de conversas relacionadas ao tema; tratamento em tempo oportuno, monitoramento rigoroso dos pacientes em tratamento e solicitações de exames mensais, fizeram a diferença para tal destaque, em Parnamirim.

Atualizado anualmente, a classificação do ranking funciona com a retirada de dados dos indicadores do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), e depois é feito uma média geral de todos os sete indicadores. Gislaine Medeiros, assessora técnica, falou que o primeiro lugar no ranking é motivo de orgulho para toda a equipe da Sesad e explicou a importância dos indicadores para o combate à Tuberculose no município.

“Estamos no caminho certo. Esses indicadores servem para monitorar a Tuberculose, em relação a diagnostico, tratamento e cura. Com esses percentuais traçamos estratégias, para minimizar a evolução da doença e consequentemente evitar o óbito. Trabalhamos incansavelmente pela cura dos nossos pacientes e pelo fim desta doença. O 1º lugar nos enche de orgulho, pois seguimos o ano inteiro em busca dos melhores indicadores para nossa cidade”.

Fonte: Prefeitura de Parnamirim