Na última quinta-feira (04) James Freitas, diretor dos canais de notícias Radio Mais Parnamirim e Portal Online Parnamirim, realizou uma visita oficial ao secretário de Turismo de Parnamirim, Daniel Américo, na qual foi relatado os cinco objetivos do secretário à frente da pasta de turismo e desenvolvimento econômico e as atividades e objetivos que serão executadas ao longo desse período. Somado a isso, pode-se perceber de fato a preocupação do secretário com o desenvolvimento econômico do município. A primeira atitude foi levar um posto avançado da secretaria para o antigo aeroporto de Parnamirim, onde funciona hoje CCTV. Confira!

Segundo o secretário os 5 objetivos principais são:

Em primeiro lugar, é de suma importância ressaltar que o primeiro ponto citado pelo Secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico de Parnamirim é a consolidação do destino de conhecimento, experiência e inovação. Parnamirim é uma cidade que possui atualmente um dos centros culturais mais importantes do nordeste e até mesmo do Brasil, o qual possui uma estrutura e equipamentos fantásticos, além de ter sediado o Aeroporto Internacional Augusto Severo por aproximadamente cinco anos. O Centro Cultural Trampolim da Vitória é um destino que traz a parte do conhecimento histórico e toda a parte de tecnologia necessária para a realização das atividades turísticas. Vale salientar também que o CCTV abriga o Museu Aeroespacial situado na região da barreira do inferno, assim como a Ala 10 da Base Aérea de Natal que contêm o centro de treinamento responsável pela formação de pilotos para o Brasil inteiro – para a aviação militar e comercial. O município Trampolim da Vitória também conta com a parceria do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte – Campus Parnamirim, o qual oferta os cursos tecnológicos de Informática Mecatrônica, visando o turismo pedagógico entre ambas as instituições. Esses quatros pontos colocam Parnamirim numa posição de vanguarda de conhecimento e tecnologia. Isso tudo está agregado ao Turismo de Interesse Militar, tendo em vista que esse setor apresenta diversas vertentes em relação ao interesse do indivíduo em visitar determinados espaços públicos e privados. Esta ideia de consolidar a ideia do destino de conhecimento, experiência e inovação como foi mencionado anteriormente, é o primeiro ponto que também tem atrelada a Campanha Parnamirim Sol, Mar e História, que acontecerá sempre no período de Verão, de acordo com Américo. Daniel Américo enfatizou que está preparando o turismo de Parnamirim para o futuro em virtude do envelhecimento da população local, algo considerado natural. Lembrando que esse público mais velho passará a ser considerado o foco das próximas campanhas da pasta.

Outro exemplo são as praias situadas no litoral sul de Pirangi e Cotovelo e a Barreira do Inferno e, a qual desenvolve atividades capazes de trazer conhecimento para os visitantes, ou seja, por meio do museu Aeroespacial.

A – Museu Aeroespacial na barreira do inferno (Conhecimento); Centro Cultural (Conhecimento e História); Ala 10 com o centro de treinamento responsável pela formação de pilotos para o Brasil inteiro; IFRN com os cursos de Informática e Mecatrônica; Turismo de interesse militar; Campanha Parnamirim Sol, Mar e História, que acontecerá sempre no período de Verão, a qual foi iniciada pela gestão anterior de Giovanni Júnior.

 

2 – Mapa do Turismo de Parnamirim:

O segundo ponto está relacionado a atualização do Mapa do Turismo de Parnamirim, que é uma ferramenta de promoção e foi feita sem nenhum custo para os cofres públicos do município – por causa de uma parceria com a gráfica RAF neste período de pandemia em decorrência da Covid-19. Além disso, é importante mencionar o Ponto de Interesses Turísticos, porque um “ponto turístico” varia conforme a experiência do sujeito. Inclusive, ele está aberto a novas sugestões de instituições para eventuais mudanças. Daniel também citou o Jiqui Country Club e o Clube de Empregados da Petrobras como possíveis parceiros para a consolidação deste segundo tópico. O secretário também frisou a questão da interiorização do turismo local, de modo que seja possível trazer esse setor para o mercado, igrejas e praças públicas. O mapa do turismo também é uma peça fundamental para a capitação de recursos junto ao Ministério do Turismo, isto é, quanto mais robusto ele for, mais recursos podem ser arrecadados pelo município. Por fim, este colunista ressalta a vertente do planejamento para o futuro do turismo, bem como do desenvolvimento econômico. Daniel mencionou a possível realização de festas tradicionais na cidade, tal como a Festa do Boi, Junina e Sabujo. Quanto a organização do calendário de atividades, o prefeito Rosano Taveira mencionou que atividades desse tipo podem ocorrer a partir do segundo semestre deste ano.

2 – Centro Cultural; Mercado público; Praças da Mangueira e de Parque Industrial; Igrejas; Maior Cajueiro do Mundo; Museu aeroespacial; Pium; Parrachos; Vale Encantado; Festa do Boi, Junina e do Sabujo.

Observação: Estes pontos foram lembrados pelo secretário aonde aceita a colaboração da sociedade de Parnamirim.

 

3 – Centro Cultural Trampolim da Vitória:

O terceiro ponto citado por Daniel Américo foi a criação do Centro Cultural Trampolim da Vitória, o qual está aberto à visitação de turistas e público geral ao espaço, que normalmente fica aberto até às 16:00 horas de Terça a Domingo, contando a historia da Segunda Guerra Mundial e a participação de Parnamirim durante esse período específico.

 

O quarto ponto fala sobre a criação de possíveis Rotas Turísticas para contemplar a região de Pium e Pirangi, as quais visam estimular o desenvolvimento econômico e o turismo de novos visitantes na área litorânea de Parnamirim. Tendo em vista que Pium, por exemplo, contempla um vasto repertório gastronômico, comercial e cultural. O quinto ponto é o Planejamento para o Futuro dos próximos anos, tal como a urbanização e verticalização do litoral de Parnamirim. Vale ressaltar que o processo de urbanização da orla de Pirangi e Cotovelo já está em andamento. Turismo Náutico também é um dos objetivos para a próxima década.

Aguarde a segunda parte!